Prazeres da Vida

prazeresDia desses, em uma Feira de Livro que visito todo ano, procurando preciosidades, pérolas, encontrei dois livros com mesma ideia e tema. Um, “As Melhores Coisas da Vida são de Graça”. O outro, “500 Prazeres Simples da Vida”. Trouxe os dois, que vira e mexe, são minhas leituras homeopáticas, leves, pura terapia. Achei curioso o sujeito se dar ao cuidado de descobrir, pensar e registrar 500 sugestões de coisas simples e prazerosas. Quantas você consegue pensar, lembrar, listar? Eis, a seguir, algumas ideias simples e divertidas dos livros. A vida é feita de pequenos prazeres. Diários, simples e sem custo.

Ir a um lugar onde nunca se esteve antes
Conhecer lugares novos renova a nossa vontade de viver. O novo e o inusitado geram a sensação de que temos um mundo inteiro a desbravar. Sentimos que pertencemos ao mundo.

Mudar o visual
Se você acha que chegou a hora de emagrecer, mudar o cabelo, cortar a barba, usar outras roupas ou começar um tratamento qualquer, vá em frente. Quando nos renovamos, ficamos abertos para novos acontecimentos em nossas vidas. É uma porta nova que se abre. Reinvente-se!

Cumprir uma promessa
Quando cumprimos uma promessa, tiramos um peso enorme dos ombros, é um alívio imediato, bom de ser sentido. “O valor de um homem está no desejo de cumprir suas promessas, mesmo que estejam longe de sua forças para cumprí-las”.

Fazer trabalho voluntário
Trabalhos voluntários são movidos por três estímulos básicos. O primeiro é a vontade de ajudar a resolver os problemas e as desigualdades sociais do Brasil. O segundo é o desejo de se sentir útil e valorizado. Por fim, o desejo de fazer algo diferente no dia-a-dia.

Soltar um “pum” silencioso num elevador lotado
Esse é o momento sublime de estourar em risadas. Não tem quem não se sinta constrangido ou culpado. Mas a única alternativa após o suspiro inferior é olhar para cima e rir desembestadamente, apenas por dentro. Num elevador lotado, é impossível saber quem foi o autor do disparo. E quando saimos do elevador e nos vemos sós, essa é a hora de liberar os risos contidos e, quem sabe, de tanto rir, soltar mais alguns… Já aconteceu com você? Seja sincero!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: